Pedro Almeida e Hugo Magalhães com a The Racing Factory

Primeiro teste ao Peugeot 208 R2
 
Pedro Almeida e Hugo Magalhães tomaram o primeiro contacto com o Peugeot 208 R2, carro com que o piloto vai disputar as primeiras provas do calendário nacional de ralis. A The Racing Factory é a estrutura técnica que vai assegurar a presença do piloto na competição e que já esteve esta quarta-feira nos primeiros testes realizados com o carro.
"É completamente diferente do que estávamos habituados mas o primeiro impacto foi muito positivo" começou por referir Pedro Almeida. "Sentimos o prazer da condução depois de feitos os primeiros quilómetros e as sensações com que terminamos este primeiro teste são a de que o carro é muito interessante de conduzir, embora com a perfeita noção de que temos um longo trabalho para fazer e tirar o máximo partido do carro" acrescentou.
Pedro Almeida e Hugo Magalhães testaram o Peugeot 208 R2 em Fafe, num traçado em muito idêntico ao que vão encontrar na primeira prova do Campeonato de Portugal de Ralis, a disputar no final deste mês de Fevereiro. "Apesar de o principal foco deste primeiro teste ter sido a adaptação ao carro e à condução de um duas rodas motrizes, ao longo do dia já foi possível experimentar algumas soluções de afinação ao carro, para entender o que nos pode dar, quer em performance, quer na condução" tenhamos perfeita noção de que precisamos " disse ainda o piloto depois de terminado o primeiro teste com o Peugeot.
O dia foi também o primeiro dentro do carro com o novo navegador Hugo Magalhães. "Temos feito um exaustivo trabalho de casa, estamos ambos identificados com o que queremos fazer e dentro do carro foi só mais um passo num longo processo que estamos a iniciar e que temos a convicção de que nos vai levar aos objectivos que temos" referiu Pedro Almeida.

Hugo Magalhães também saiu satisfeito com o trabalho realizado neste primeiro teste. "Há aqui muita margem de progressão e muito trabalho a fazer, na certeza de que o Pedro pode evoluir muito e juntos vamos certamente concretizar os objectivos que estão delineados. A adaptação e o entendimento dentro do carro foi fácil e Hugo Magalhães acrescenta que as notas tiradas vão ser importantes para a competição que se avizinha. "O trabalho que temos pela frente é exigente, é dessa forma que encaramos este desafio e aproveitamos já para retirar notas sobre o carro, sobre o entendimento que vamos criar em relação às notas, e o resultado disto é uma boa base para começar a evoluir, que é o que desejamos".
A temporada de 2020 da dupla vai ter a assistência técnica da The Racing Factory, equipa que vai colocar à disposição do piloto o Peugeot 208 R2. "O Pedro é um jovem piloto, com uma enorme margem de progressão e que muito nos orgulha contribuir para o seu crescimento nos ralis" começou por salientar Aloísio Monteiro, responsável pela estrutura. "Estamos todos muito identificados com tudo o que há para fazer e no que nos diz respeito, vamos procurar colocar à disposição do piloto e navegador as melhores condições para que no carro possam expressar o seu talento", acrescentou. "Para nós é mais um projecto ambicioso, com participação em provas do IRC e na Copa Ibérica, e que representa uma responsabilidade acrescida mas também uma demonstração de confiança no trabalho que na The Racing Factory estamos a fazer" disse Aloísio Monteiro.

Pedro Almeida e Hugo Magalhães fazem a estreia no Rali Serras de Fafe, prova a realizar nos dias 29 a 29 de Fevereiro 2020.

Hugo Magalhães é o co-piloto para 2020
Pedro Almeida vai guiar um Peugeot 208 R2
Piloto de Famalicão aposta num calendário Internacional

A um mês do inicio do calendário nacional de ralis, Pedro Almeida tem definido todo o projecto desportivo de 2020, com um novo carro - Peugeot 208R2, um novo co-piloto - Hugo Magalhães, e um calendário alargado que vai além das provas realizadas em Portugal.
"Primeiro dar as boas-vindas ao Hugo, que desde a primeira hora se mostrou entusiasmado com o projecto que apresentamos e por acreditar num jovem piloto de 22 anos. É uma mudança radical, pois vamos deixar o Skoda R5 e guiar um Peugeot R2, numa decisão muito ponderada e que estamos em crer, é mais um passo firme na consolidação de aprendizagem que queremos construir" diz Pedro Almeida.

"A escolha do Hugo tem muito a ver com o que queremos fazer, não só neste ano mas no que projectamos para o futuro. Esta época vamos apostar na realização de um conjunto de ralis fora de Portugal, quer na Copa Ibérica Peugeot 208 mas também no ERC, e o Hugo, pela experiência e por tudo o que nos pode trazer, acabou por ser a escolha natural para as nossas ambições" acrescentou o piloto. 

Pedro Almeida e Hugo Magalhães vão estar em Fafe na primeira prova do calendário nacional com o novo carro, e as provas em Portugal - CPR 2 e CPR Junior - são parte integrante do calendário de 16 corridas que o piloto tem inicialmente programadas. "Queremos somar quilómetros, testar limites e novas experiências, que no futuro nos vão dar consistência, por isso esta nossa aposta num calendário alargado e internacional" rematou Pedro Almeida".

Ao lado do piloto de Famalicão vai estar Hugo Magalhães que vê neste projecto um desafio muito interessante. "Gosto de desafios e mais ainda de contribuir para o crescimento de jovens pilotos, como o Pedro. Há um longo caminho pela frente, nós sabe-mo-lo, mas a forma estruturada como o Pedro me apresentou o projecto, a ambição que demonstrou, e o facto de poder fazer um conjunto de provas internacionais, levou a uma rápida identificação com o convite", começou por referir Hugo Magalhães.

"Tenho na minha carreira somado diferentes experiências e para mim é gratificante transmitir aos mais novos os conhecimentos adquiridos. Passo a passo vamos exigir mais de nós, vamos querer aprender e trabalhar melhor, para estar a um nível elevado mais à frente. Estes são os nossos objectivos e este é o caminho que vamos trilhar" acrescentou Hugo Magalhães.

O co-piloto disse ainda que o aliciante deste projecto é a sua dimensão internacional. "O Pedro precisa de ter estas experiências sob pena de aqui em Portugal estagnar. Não quer dizer que vamos para fora e vamos ganhar. Quer dizer que vamos estar junto de outros pilotos, de diferentes graus de competitividade, em novas corridas e em novos traçados, e todas estas coisas novas vão ser experiências positivas e vão contribuir para o crescimento do Pedro como piloto. E poder ajudar a potenciar tudo isto dá-me um prazer enorme". Pedro Almeida e Hugo Magalhães fazem a estreia no Rali Serras de Fafe, prova a realizar no final do mês de Fevereiro.